Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Fernando Sobral fsobral@negocios.pt 30 de Maio de 2017 às 09:42

As lições de Cannes entre o ambiente e o feminismo

O Festival de Cannes marca o ritmo do cinema na Europa. E agora, apurados vencedores e referenciados filmes de que falaremos nos próximos tempos, interessa recordar algumas das afirmações de alguns protagonistas dos seus dias e noites.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Roman Polanski, com os seus 83 anos, apresentou um novo filme. Falou, com o seu humor refinado: "Não se pode confiar na fotografia como documento da realidade porque pode ser falsificada em minutos. Existe uma ânsia pela verdade que não corresponde ao que a imprensa nos traz: o que era certo ontem é completamente falso hoje." Falou também das implicações económicas do conflito entre a Netflix e Cannes: "Sei que as plataformas não são uma ameaça ao cinema: as pessoas não vão ao cinema porque o som e a projecção são melhores do que em suas casas, mas porque é uma experiência sentar-se com outras pessoas e assistir a um filme, aproveitar um espectáculo em comum."

Em Cannes, esteve também Al Gore, o antigo vice-presidente americano. Onde disse: "Aprendi que com o entretenimento se chega muito longe. Desde a minha primeira participação em Cannes, passei a dar muito mais atenção aos documentários. E também estou mais focado nas redes sociais, mesmo acreditando que elas ainda estejam na sua fase embrionária e que acabarão ficando mais refinadas. Suspeito de que terão mais poder e que daí surgirão políticos capazes de revitalizar a democracia." Mais longe, nos EUA, Helen Mirren falou numa Universidade de Nova Orleães: "Em todos os países que visitei, percebi que quando se respeita as mulheres e lhes dá a liberdade de realizarem os seus sonhos e ambições, a vida melhora para todo o mundo. Não me definia como feminista até pouco tempo, mas sempre vivi como tal." Sobre o universo de Trump foi clara: "Nunca, jamais, voltem a permitir que um grupo de velhos, ricos e rabugentos brancos definam a saúde de um país que é composto por 50,8% de mulheres e 37% de outras raças."


Ver comentários
Saber mais Cannes Festival de Cannes Roman Polanski
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias