Raquel Godinho
Raquel Godinho 28 de abril de 2019 às 19:20

Será o IPO do ano. Mas quanto pode valer a Uber?

Há meses que se fala da estreia em bolsa da Uber, sobretudo depois da operação realizada pela Lyft, a sua concorrente. Agora, a oferta pública inicial (IPO, na sigla anglo-saxónica) parece estar cada vez mais perto.

E as notícias publicadas pela Bloomberg, no final da semana passada, indicam que a empresa pretende definir o preço de venda das ações entre os 44 e os 50 dólares. Valores que avaliariam a plataforma de transportes em 90 mil milhões de dólares (80,8 mil milhões de euros). Uma avaliação impressionante sobretudo se for tido em conta que a empresa obteve prejuízos de 1,85 mil milhões de dólares no ano passado (ainda assim, menos do que os 2,2 mil milhões de dólares do ano anterior). "Estou um pouco assustado com a Uber nos 100 mil milhões de dólares", frisou Aswath Damodaran à CNBC. "Estaremos a pagar 100 mil milhões de dólares por uma empresa que ainda não tem um modelo de negócio viável", acrescentou o professor e especialista em avaliações de mercado.

 

Além disso, este valor de mercado colocaria a Uber acima de alguns gigantes de Wall Street, como o Morgan Stanley (81,1 mil milhões de dólares), a General Electric (81 mil milhões), a Caterpillar (79,8 mil milhões) e a BlackRock (74,4 mil milhões), a maior gestora de ativos do mundo.

 

Jornalista

pub

Marketing Automation certified by E-GOI