Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Variante delta ameaça até programas mais rigorosos de combate à Covid-19

Países com estratégias “Covid Zero”, que eliminaram o coronavírus dentro das suas fronteiras, não têm conseguido conter o avanço da variante delta apesar das medidas apertadas.

Bloomberg 31 de Julho de 2021 às 13:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A variante delta, mais transmissível do que outras estirpes, tem-se conseguido espalhar até mesmo por países que adotaram programas rigorosos de combate à Covid-19. Para os países que já preparam o retorno à normalidade pré-pandemia e reabertura da economia, o avanço da delta pode revelar-se um obstáculo.


A China viu o seu aprimorado sistema de testes em massa e quarentenas rigorosas posto em causa depois de um surto que teve origem no aeroporto na cidade de Nanjing, no leste do país. Depois de seis meses, Pequim registou o primeiro caso transmitido localmente na quinta-feira, relacionado com um surto na província de Hunan, no sul da China, entre pessoas que estiveram recentemente em Nanjing.


Surgida pela primeira vez na Índia, a variante delta aparenta ser capaz de resistir até aos países com estratégias "Covid Zero" - medidas de tolerância zero para fazer frente à pandemia - como a Nova Zelândia e Singapura.


A Austrália destaca-se por ser um dos países mais afetados. O sistema obrigatório de quarentena em hotéis e o seu sistema de rastreamento de contactos e testes não têm conseguido evitar a propagação da delta, ao contrário do que aconteceu com outras estirpes. Sidney entrou em confinamento obrigatório durante semanas depois de um surto relacionado com a variante delta e fez os casos no país dispararem para quase 3 mil desde meados de junho.


A variante delta, mais transmissível do que outras estirpes, representa 98,6% dos casos em Portugal, anunciou o microbiologista João Paulo Gomes, do Instituto Ricardo Jorge, na última terça-feira.

 

Ver comentários
Saber mais Nanjing Covid-19 Delta China saúde variante
Outras Notícias