Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Crescimento da Alemanha revisto em alta para 2,3% este ano

O conselho de assessores do governo liderado por Angela Merkel reviu em alta ligeira a estimativa de crescimento da maior economia do euro em 2018, dos 2,2% estimados no Outono para 2,3%.

3º - Alemanha - População rica: 1,28 milhões; Riqueza: 4,87 biliões de dólares
Michele Tantussi
Lusa 21 de Março de 2018 às 13:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O conselho de assessores do Governo alemão, denominados "Cinco Sábios", reviu em alta ligeira a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para a Alemanha este ano para 2,3%, contra os 2,2% no outono.

As novas estimativas dos Cinco Sábios apontam para um crescimento do PIB de 1,8% em 2019.

Em relação à taxa de desemprego, a estimativa é que continue a cair, de 5,7% no ano passado para 5,3% em 2018 e 5,1% em 2019, o nível mais baixo dos últimos 25 anos.

Para a zona euro, o relatório dos peritos alemães considera que o PIB vai crescer 2,3% este ano (contra 2,1% no outono) e 1,9% em 2019.

Contudo, o relatório alerta para os efeitos negativos que podem acarretar, especialmente sobre a economia alemã, a "espiral proteccionista" procedente dos Estados Unidos e, mais concretamente, as medidas aduaneiras sobre as importações de aço e alumínio decididas pelo presidente Donald Trump.

Outros factores de incerteza na zona euro destacados são os resultados das eleições de 4 de Março em Itália, que fazem prever uma complexa formação do próximo governo naquele país, e a "insegurança" persistente do desenvolvimento das negociações do "Brexit".

Os "Sábios" advertem também para o nível de endividamento excessivamente alto de alguns Estados-membros, citando explicitamente o caso de Itália.

Nas avaliações gerais, os Cinco Sábios consideram que à escala global a economia está na sua primeira "fase expansiva sincronizada" desde o início da crise financeira, há dez anos.

Segundo as estimativas dos "Sábios", a economia mundial deverá crescer 3,4% em 2018 e 3,1% em 2019.
Ver comentários
Saber mais Alemanha PIB Cinco Sábios
Outras Notícias