Finanças Públicas João Galamba: "Em 2018 e 2019 o país dispensa brilharetes orçamentais"

João Galamba: "Em 2018 e 2019 o país dispensa brilharetes orçamentais"

Em entrevista ao Jornal Económico, o deputado socialista defende que neste e no próximo ano "basta cumprir o que está orçamentado" para dar mais prioridade aos serviços públicos e ao investimento.
João Galamba: "Em 2018 e 2019 o país dispensa brilharetes orçamentais"
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 29 de março de 2018 às 08:52
"Em 2018 e 2019 o país dispensa brilharetes orçamentais", disse João Galamba, em entrevista ao Jornal Económico (acesso condicionado), publicada na edição desta quinta-feira, 29 de Março. O deputado socialista, que reconhece que gostaria de integrar um Governo nas áreas da Economia ou das Finanças, defende que neste e no próximo ano "basta cumprir o que está orçamentado" para dar mais prioridade aos serviços públicos e investimento.

João Galamba espera "que a meta que consta do Orçamento do Estado de 2018 seja cumprida" e sublinha que isso implicaria uma aceleração do investimento público, de um crescimento de "25% para 33%".

A afirmação do socialista chega a cerca de duas semanas de o Governo aprovar o Programa de Estabilidade, onde deverá rever as metas orçamentais para o período de 2018-2022. Sem contar com o impacto da recapitalização da Caixa Geral de Depósitos, o défice de 2017 foi de 0,92% do PIB, um valor que fica já abaixo da meta definida para 2018, que é de 1,1% do PIB.

Mário Centeno, ministro das Finanças, já reconheceu que os resultados do ano passado permitirão acelerar em um ano o caminho até ao objectivo orçamental de médio prazo.



Saber mais e Alertas
pub