Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

ACAP: "Terramoto" das medidas no Orçamento pode fazer desaparecer mercado dos híbridos

"Irritação", "surpresa" e "desilusão". Estes foram alguns dos termos que responsáveis da ACAP classificaram esta quinta-feira a aprovação da redução dos benefícios fiscais para os híbridos. O mercado dos híbridos em Portugal pode desaparecer, diz mesmo a associação.

Carros elétricos e híbridos plug-in dispararam vendas em janeiro.
Benoit Tessier/Reuters
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 26 de Novembro de 2020 às 17:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Ainda a digerir a aprovação da limitação dos benefícios fiscais para a compra de veículos híbridos convencionais e plug-in, a Associação Automóvel de Portugal (ACAP) analisou esta quinta-feira o Orçamento do Estado para 2021 no que respeita ao setor automóvel.

"Foi uma das maiores desilusões das últimas décadas", desabafou José Ramos, presidente da ACAP. Já ontem, ao Negócios, o secretário-geral da associação, Helder Pedro, considerou que o Orçamento "ignora por completo" o setor automóvel e "em cima disso, ainda veio prejudicar o setor com este rude golpe nos híbridos".

Para Pablo Puey, presidente do Conselho Estratégico dos Construtores de Automóveis da ACAP, advertiu que "o mercado dos híbridos pode desaparecer". Antes, Puey disse que esta matéria é "talvez um dos assuntos mais irritantes para o setor". "Primeiro porque fomos apanhados de surpresa. A posição europeia é que o mercado precisa de elétricos e híbridos para baixar as emissões. Não há capacidade para alimentar o mercado só com elétricos puros", salientou.

Ver comentários
Saber mais ACAP OE2021 Associação Automóvel de Portugal Pablo Puey Helder Pedro José Ramos híbridos PAN
Outras Notícias