Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mutualista deve aumentar lucros para 2 milhões em 2019

A previsão consta do programa de ação e orçamento de 2020, que será votado na assembleia geral agendada para 30 de dezembro.

Inês Gomes Lourenço
Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 13 de Dezembro de 2019 às 15:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG) deverá conseguir aumentar os lucros para perto de dois milhões de euros no final deste ano. A previsão para os resultados individuais consta do programa de ação e orçamento para 2020, que ainda será discutido na assembleia-geral agendada para 30 de dezembro.

"Estima-se que os resultados recorrentes da atividade mutualista, isto é, sem considerar impactos de eventos exógenos, como sejam os provenientes dos testes de adequação das responsabilidades, em função do nível em que estiverem as taxas de mercado no final do ano, ou de valorizações ou desvalorizações de carteiras de
imóveis ou de participações financeiras, sejam positivos no final de 2019, em torno de 2 milhões de euros, ligeiramente acima dos resultados do ano anterior, que se situaram em 1,6 milhões de euros", de acordo com o documento publicado no site da mutualista.

Mais concretamente, o lucro deverá situar-se nos 2,047 milhões de euros no final deste ano. 

 

A mutualista refere que esta evolução deve-se à "melhoria das receitas associativas e, consequentemente, dos resultados inerentes a associados, por via da relação, mais favorável, entre a margem associativa e a variação das provisões técnicas, que deverão atingir -14,1 milhões de euros". No ano passado, o resultado foi negativo em 21,9 milhões de euros.

 

Os resultados financeiros devem fixar-se nos 26,5 milhões de euros, refere a dona do Montepio, à boleia da "melhoria do rendimento da carteira de títulos".

 

Já os custos de atividade devem ser de 28 milhões de euros. No ano passado, estes rondaram os 31 milhões de euros.

 

Os outros resultados de exploração, que incorporam os resultados associados às propriedades de investimento (imóveis de rendimento que incluem residências sénior e de estudantes), também deve ajudar na melhoria dos resultados, situando-se nos 7,8 milhões de euros.

As contas são reveladas numa altura em que o presidente da mutualista, Tomás Correia, está de saída. O gestor abandona funções este domingo, 15 de dezembro, depois de ter pedido escusa no conselho geral de 24 de outubro por não querer "continuar a ser cúmplice do modelo de governo que o novo Código Mutualista impôs às associações mutualistas", afirmou. No seu lugar vai ficar Virgílio Lima, vogal do conselho de administração da dona do Montepio.

Mutualista quer duplicar lucros em 2020
De acordo com o programa de ação e orçamento para o próximo ano, que ainda poderá sofrer alterações, a mutualista quer duplicar os lucros, mas também apostar num aumento do número de associados. 

O documento mostra que o objetivo passa por aumentar os lucros para 5,4 milhões de euros em 2020, quando para este ano prevê um resultado positivo de perto de 2 milhões de euros. 

A entidade espera ainda captar 10 mil associados em 2020. "A base de Associados atingia 604.681, no final do passado mês de setembro, estimando-se que se mantenha neste número até final do ano", refere a dona do Montepio, projetando um crescimento de 10.398 associados, para um total de 615.079 no próximo ano. No final de 2018, contava com perto de 612 mil associados. 

Já as receitas associativas devem cair para perto de 456 milhões, em comparação com 658 milhões em 2019.

O orçamento ainda vai ser votado em assembleia-geral, mas já conta com a aprovação do conselho fiscal. "O conselho fiscal é da opinião que a informação prospetiva para 2020, preparada com base nos pressupostos e apresentada de forma consistente com as políticas contabilísticas adotadas pela AMMG em 2019, se encontra em condições de merecer a aprovação", nota a entidade. 


(Notícia atualizada às 15:59 com mais informação)
Ver comentários
Saber mais banca Associação Mutualista Montepio Geral Tomás Correia
Mais lidas
Outras Notícias