Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lidl vai investir 100 milhões e criar 150 empregos com expansão à Madeira em 2023

A cadeia de supermercados de origem alemã vai chegar à Madeira, prevendo abrir as primeiras três lojas no arquipélago dentro de dois anos.

Do sétimo para o quarto lugar das maiores importadoras, a cadeia Lidl atua também no comércio alimentar e de bens essenciais que nunca esteve confinado.
Diana do Mar dianamar@negocios.pt 19 de Novembro de 2021 às 12:39
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...

Depois de ter entrado em Portugal há mais de um quarto século, o Lidl prepara-se para ir à conquista da Madeira, investindo 100 milhões de euros na expansão da operação. A abertura das primeiras três lojas no arquipélago, prevista para 2023, deve gerar cerca de 150 postos de trabalhos.

Em comunicado, enviado esta sexta-feira às redações, o Lidl Portugal sublinha que, em linha com o objetivo de "dinamizar a economia local", além do recrutamento de colaboradores, há também uma aposta no estabelecimento de parcerias com fornecedores madeirenses, estando as compras a estes, comerciais e de serviços, avaliadas em aproximadamente 20 milhões de euros.

Com a sustentabilidade como "um dos principais focos", as lojas a abrir na Madeira não só vão estar equipadas com painéis fotovoltaicos, como vão disponibilizar postos de carregamento elétrico. Totalmente elétrica será também a frota automóvel ao serviço da retalhista.

"Para a Madeira será muito importante este investimento de 100 milhões de euros e 150 postos de trabalho, em 2023, com a dinamização da economia e a perfeita articulação entre a sua atividade e os nossos produtores locais e empresários, beneficiando sempre, obviamente, o consumidor", afirmou o presidente do governo regional da Madeira, citado na mesma nota.

Em paralelo, "o Lidl traz ainda a vantagem da possibilidade de introdução de produtos madeirenses na sua rede internacional", sublinhou Miguel Albuquerque.

 

 

Ver comentários
Saber mais Lidl Portugal Madeira economia negócios e finanças Informação sobre empresas comércio retalho
Outras Notícias