Comércio Vendas da H&M em Portugal recuam para 31,8 milhões

Vendas da H&M em Portugal recuam para 31,8 milhões

O mercado português foi um dos cinco, em 48 onde a H&M está presente, em que houve abrandamento das vendas no período de Natal, final do ano e saldos de Inverno.
Vendas da H&M em Portugal recuam para 31,8 milhões
Isabel Aveiro 06 de abril de 2016 às 13:30

O grupo de vestuário de origem sueca, Hennes & Maurtitz, mais conhecido por H&M, registou uma descida das vendas em Portugal no trimestre compreendido entre 1 de Dezembro de 2015 e 29 de Fevereiro de 2016 – o primeiro do seu exercício fiscal.

Os dados vêm no relatório completo sobre o desempenho das vendas, que a companhia divulgou esta quarta-feira, 6 de Abril, em que deu conta de um aumento consolidado das vendas mundiais de 9%, para 5,4 mil milhões de euros.

No período que engloba as vendas de Natal e final do ano, além da época tradicional de saldos de Inverno (embora desde o ano passado não haja fixação de datas para saldar stocks no país), a cadeia de vestuário e acessórios sueca registou vendas, com IVA, de 295 milhões de coroas suecas nas 30 lojas que detém em Portugal. Ao câmbio desta quarta-feira, 6 de Abril, tal valor equivale a 31,85 milhões de euros.

Um ano antes, no período homólogo, a companhia tinha registado vendas, incluindo IVA, de 304 milhões de coroas suecas, o equivalente, ao câmbio desta quarta-feira, a 32,82 milhões de euros, para o mesmo número de 30 lojas no país – não houve aberturas ou encerramentos entre os períodos em questão.

O que quer dizer que, sempre incluindo o IVA, a companhia registou uma quebra de 1% nas vendas em euros, que, após o efeito cambial, aumentou para uma quebra de 3% na consolidação das contas em coroas suecas no final do último mês de Fevereiro.

Dos 44 países em que a H&M estava presente há 12 meses, a retalhista sueca registou quebras nas vendas em apenas mais quatro países e regiões, medido o desempenho em moeda local: Suíça (menos 6%), Hong Kong (menos 1%), Japão (menos 1%), e Sérvia (menos 3%).

Deste aí, a H&M somou mais quatro regiões e países à sua lista de mercados: Peru, Macau, Índia e África do Sul. A companhia tem agora 3.970 lojas em todo o mundo, 161 das quais exploradas em regime de franchising.

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI