Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Macaense e um dos donos do JN e DN vai construir torre no Porto com varandas de 200 m2

O grupo KNJ, segundo maior acionista da Global Media, vai construir um condomínio habitacional de luxo na zona nobre da Foz do Douro, com 15 pisos. Chama-se Miramar Tower e terá mais de 200 metros quadrados de varanda por piso.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 19 de Fevereiro de 2021 às 11:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

O primeiro projeto imobiliário em Portugal do grupo KNJ, do empresário macaense Kevin Ho, segundo maior acionista (35,25%) da Global Media - que detém os jornais JN, DN e O Jogo, e a rádio TSF - será edificado na zona nobre da Foz do Douro, no Porto, à boca da Rua de Diogo Botelho.

 

Trata-se da Miramar Tower, um complexo habitacional de luxo composto por tipologias de T1 a T4, distribuídos por 15 pisos, com áreas brutas de 152 a 613 metros quadrados, estando inserido num condomínio fechado que oferece a todos os residentes um terraço comum localizado na cobertura. Pormenor distintivo: terá mais de 200 metros quadrados de varanda por piso.  

 

"Assim, no Miramar Tower todos os detalhes marcam pela diferença e reforçam a sensação de habitar numa verdadeira ‘Skybound high life’, com uma paisagem visual perfeita, onde a natureza e a sofisticação se encontram", promete o promotor, em comunicado.

 

"Escolhemos o Porto pela sua performance económica, mas também pela ligação histórica entre Portugal e Macau. É também por estes motivos que pretendemos continuar a investir nesta cidade através de outros projetos icónicos, certo de que o Miramar Tower será um marco arquitetónico e uma referência entre os edifícios habitacionais", afirma Kevin Ho.

Criada pela equipa de arquitetura OODA e comercializada pela Predibisa, a Miramar Tower, afiança a KNJ, será construída "paralela à estrada e aproximadamente com a mesma altura das torres daquela zona", sendo que, "ao posicionar o edifício na parte mais central do terreno, garante-se um espaçamento máximo para todos os edifícios adjacentes".

Edifício-sede do JN será transformado num hotel de cinco estrelas

 

De resto, a Miramar Tower "é quase uma tempestade perfeita", conclui Diogo Brito, sócio do OODA. "No lugar onde cresci e numa paisagem na qual nunca imaginei vir a desenhar e acrescentar uma torre. Aqui, precisaríamos de 50 promotores até conseguirmos encontrar alguém que, com o arrojo e ambição suficiente, aceitasse desenvolver tipologias de habitação com mais de 200 metros quadrados de varanda por piso", realça.

 

"Numa torre de forte vocação estética, são estas varandas panorâmicas e dinâmicas que criam tanto o tema de conceito, como a oportunidade do exercício plástico e escultórico que se concebeu integralmente em betão. Desejámos algo potencialmente irrepetível… uma escultura habitável", enfatiza Diogo Brito.

Já Kevin Ho promete que vai avançar com novos projetos imobiliários no Porto. "A nossa intenção é a de continuarmos a investir em Portugal e, particularmente, no Porto. Nesse sentido, esperamos a breve prazo poder anunciar um outro projeto de grande significado para a Invicta", adiantou.

 

Ora, há pouco mais de um ano, tinha sido revelado que o grupo KNJ, dono do edifício-sede do Jornal de Notícias (JN), iria transformar este icónico imóvel da cidade do Porto num hotel de cinco estrelas da marca Marriott, com o nome de Hotel Jornal.



(Notícia atualizada às 12:12)

Ver comentários
Saber mais knj miramar tower kevin ho jn dn o jogo tsf global media ooda predibisa
Outras Notícias