Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Covid-19: hospital de Madrid construído em 100 dias com autoclismos “made in” Portugal

O novo Hospital Isabel Zendal, símbolo do combate à pandemia, que envolveu um investimento de 100 milhões de euros, foi equipado com as soluções da Oli, de Aveiro, que emprega 419 pessoas e fatura 60 milhões de euros.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 04 de Março de 2021 às 14:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Cerca de 1.350 pessoas de 635 empresas, organizadas em três turnos para cobrir as 24 horas do dia nos sete dias da semana, conseguiram o que parecia impossível: construir em 100 dias um hospital, em Madrid, que conta com 1.056 camas e uma unidade de cuidados intensivos com 45 lugares, num investimento que rondou os 100 milhões de euros.

 

Trata-se do Hospital Isabel Zendal, construído para dar resposta à pandemia da covid-19, que abriu em dezembro passado e cujas instalações sanitárias estão equipadas com soluções de uma empresa portuguesa - a Oli, de Aveiro.

 

"Caracterizado por integrar as mais modernas tecnologias, este complexo hospitalar público selecionou os autoclismos interiores "OLI120 Sanitarblock" e as placas de comando "Slim Inox" com vista a garantir elevados níveis de eficiência hídrica, de higiene e de segurança nas suas casas de banho", revela a Oli, em comunicado.

 

Projetado pelo Estudio Chile 15 Arquitectos e edificada pela construtora San Jose, o novo hospital madrileno tornou-se símbolo do combate à pandemia da covid-19, tendo adotado o nome Isabel Zendal para homenagear a enfermeira espanhola que marcou a vacinação mundial contra a varíola no final do século XVIII, reconhecida pela Organização Mundial de Saúde, em 1950, como a primeira enfermeira da história a participar numa missão internacional.

 

Com esta "prescrição", o Hospital Isabel Zendal junta-se a outros projetos de saúde com assinatura Oli, nomeadamente o Hospital Francisco de Assis (Madrid), o Ichilov Medical Center (Israel), o Hospital Mowasat (Kuwait), o Hospital de Moscovo (Rússia), o Hospital Particular da Madeira e o Hospital CUF Porto (Portugal).

 

A Oli é a maior produtora de autoclismos da Europa do Sul. Exporta 80% da produção para 80 países dos cinco continentes, tendo mantido em 2020 a faturação da ordem dos 60 milhões de euros.

 

Com 419 trabalhadores em Portugal, a Oli tem 38 patentes ativas e produz anualmente dois milhões de autoclismos, além de 2,8 milhões de mecanismos, garantindo ser a única empresa portuguesa a produzir autoclismos interiores.

 

Ver comentários
Saber mais oli autoclismos hospital isabel zendal covid-19 pandemia
Outras Notícias