Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Energia: Efacec aos comandos de 10 milhões de gregos

Três semanas depois de ter passado para o controlo do Estado português, a empresa anunciou que ganhou a adjudicação da substituição dos centros de comando da operadora grega da rede de distribuição de energia das regiões Macedónia-Trácia, Grécia Central, Épiro e Peloponeso.

Isabel dos Santos visitou a Efacec em fevereiro de 2018 e foi muito elogiada pelo então ministro Caldeira Cabral.
MOVENOTÍCIAS
Rui Neves ruineves@negocios.pt 27 de Julho de 2020 às 15:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Após seis meses de bloqueamento total, o que levou o Governo português a nacionalizar a participação de 72% da empresária angolana Isabel dos Santos na empresa, a Efacec volta a comunicar boas notícias sobre a sua atividade operacional.

"A HEDNO (Hellenic Electricity Distribution Network Operator), empresa operadora da rede de distribuição de energia da Grécia, adjudicou à Efacec a substituição dos centros de comando das regiões Macedónia-Trácia, Grécia Central, Épiro e Peloponeso", revelou a Efacec, esta segunda-feira, 27 de julho, em comunicado.

De acordo com a empresa ainda liderada por Ângelo Ramalho, a tecnologia concebida pela Efacec vai permitir o controlo de quase a totalidade da rede de distribuição de alta e média tensão da Grécia, num total de 315 subestações e 165 mil subestações secundárias, "contemplando cerca de 7,5 milhões de clientes e gerando um impacto positivo junto de uma população de cerca de 10 milhões de pessoas", enfatiza a companhia de sediada em Matosinhos.

"O projeto surge no contexto de dois trabalhos bem-sucedidos desenvolvidos pela Efacec ao longo dos últimos anos, nomeadamente na região de Ática e na região das ilhas gregas", os quais permitiram à Efacec reforçar a sua presença neste país.

Entretanto, com o fim do lay-off dos trabalhadores marcado para o final deste mês, a Efacec aguarda ainda a chegada do empréstimo de 50 milhões de euros com garantia do Estado para regressar à normalidade.

Ver comentários
Saber mais efacec hedno centros de comando
Mais lidas
Outras Notícias