Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

WoW: viagem a um investimento de 105 milhões que abre dia 31 em Gaia

Cinco museus, nove restaurantes e cafés, uma escola de vinhos e muitos espaços para eventos. Instalado na encosta da zona histórica de Gaia, o World of Wine (WoW) é o novo quarteirão cultural com as melhores vistas sobre o Porto.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 24 de Julho de 2020 às 12:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Em plena encosta da zona histórica de Gaia, entre o hotel The Yeatman e o rio Douro, com várias entradas na Rua do Choupelo e outra na Rua Cândido dos Reis, abre na próxima sexta-feira, 31 de julho, o World of Wine (WoW), um projeto turístico que representou um investimento de cerca de 105 milhões de euros.

 

Instalado nos antigos armazéns da Croft e da Taylor’s, que há muito que abandonaram esta zona, à semelhança de outras marcas de vinho do Porto, o WoW é um quarteirão cultural que vai contar com cinco museus, nove restaurantes e cafés, um espaço de exposições e muitos espaços para eventos.

 

"A unir tudo isto está uma praça ampla e com uma vista desafogada sobre o rio Douro e sobre a cidade do Porto", realça a WoW, do grupo Fladgate, que é dono da Taylor’s, Croft, Fonseca e Krohn, e detém, ainda, os hotéis The Yeatman (Gaia), Infante Sagres (Porto) e Vintage House (Pinhão).

 

"A abertura vai acontecer na próxima sexta-feira às 19h e mal o sol se puser haverá um espetáculo de vídeo mapping para assinalar o acontecimento. Este é o momento para ver e experimentar, em primeira mão, os restaurantes e o bar de vinhos do World of Wine. As experiências abrem no dia a seguir, a 1 de agosto, a partir das 10h", revela o WoW, em comunicado.

 

"O objetivo é reforçar a oferta cultural e museológica, proporcionando mais bons motivos para viver a cidade. Além disso, com as experiências pretendemos destacar o potencial da região nas áreas em que é especialista: no vinho e na cortiça, na indústria têxtil e na moda. Há um enorme’ know-how’ que devemos valorizar", explica Adrian Bridge, diretor-geral do grupo Fladgate e diretor executivo do WoW.

Dado o ambiente pandémico, o WoW vai estar em modo de "abertura suave", sendo que, quando abrirem todos os serviços, deverão aqui trabalhar 350 pessoas.

 

"A festa de inauguração fica agendada para quando acharmos prudente e responsável. Vamos abrir de forma faseada e contamos a visita de todos, com a certeza de que estamos preparados para receber toda a gente em segurança", sublinha Adrian Bridge.

 

Aquando do lançamento do projeto, há três anos, Bridge arriscava que os visitantes anuais chegariam a 560 mil, mas, recentemente, em declarações ao Negócios, o empresário disse que "dado o contexto torna-se mesmo impossível" fazer uma previsão.

 

Museus, restaurantes, cafés, experiências…

 

Faça agora uma viagem pelos diferentes espaços do WoW (www.wow.pt). 

 

1828 – O restaurante 1828 marca o início da Guerra Civil Portuguesa e é uma homenagem às adversidades ultrapassadas pelos portuenses. "A força de vencer e de inovar inspiram cada prato. No menu, a gastronomia fina concilia-se com a contemporânea", promete o WoW.

 

Angel’s Share – A carta tem cerca de 50 referências de vinho para beber à garrafa ou a copo, sendo que o terraço coberto tem as melhores vistas sobre o Porto.

 

Root & Vine – restaurante vegetariano.

 

The Golden Catch –restaurante de peixe.

 

VP – "Além da grande sala interior, o VP oferece uma esplanada exterior com vista privilegiada", realça o WoW.

 

Suspiro – café e casa de sobremesas, que une a doçaria tradicional portuguesa à  "excentricidade" da pastelaria francesa. 

 

Vinte Vinte Café – oferece produtos à base de chocolate produzido na fábrica do The Chocolate Story.

 

No primeiro dia de agosto, sábado, abrem as primeiras experiências museológicas. A saber:

 

Wine Experience – "Vamos desmistificar o vinho. Para isso, será possível saber mais sobre os seus agentes principais – o solo, o clima, as uvas, mas também sobre todos os processos que interferem na qualidade do vinho até ele chegar ao copo. Que estilos de vinho há, o que os diferencia, como provar e como apreciar?", promete o WoW.

 

Porto Region Across The Ages – Aqui será possível conhecer os tempos e os contratempos, as conquistas e as guerras do Porto. "Compreenda o carácter da Invicta e das suas gentes: um concentrado de vigor e energia, de afabilidade e desembaraço. Redescubra a história, aprofunde o conhecimento e apaixone-se mais ainda por esta cidade."

 

The Chocolate Story – Desde a planta do cacau até ao chocolate, aqui irá não só poder conhecer a história deste produto como assistir ao processo de transformação. Promete-se uma verdadeira fábrica de chocolate.

 

The Bridge Collection - É uma coleção privada de" indubitável valor e de interesse mundial", garante o WoW. São mais de 1500 copos e taças que contam a história do Humanidade através do ritual da bebida. Cada exemplar conta uma história e será possível recuar até ao ano 7.000 A.C.

 

Já as restantes experiências, como o Planet Cork (mundo da cortiça, desde o sobreiro, passando pelo tratamento e transformação, até às suas vastas aplicações) e o Porto Fashion & Fabric Museum (moda, fabrico têxtil, até ao design, calçado e filigrana), a Escola de Vinho (com cursos para todos os graus de conhecimento) e outros espaços de restauração, o WoW diz que deverão "abrir de forma faseada nos próximos meses".

 

 

Ver comentários
Saber mais wow world of wine fladgate adrian bridge the yeatman taylor's croft
Mais lidas
Outras Notícias