Bolsa PSI-20 sobe há cinco sessões consecutivas. BCP também

PSI-20 sobe há cinco sessões consecutivas. BCP também

O PSI-20 abriu em terreno positivo após quatro sessões de subidas. A tendência é acompanhada pelo BCP cujos lucros aumentaram 71% no arranque deste ano.
A carregar o vídeo ...
Tiago Varzim 10 de maio de 2018 às 08:10
O PSI-20 abriu a subir 0,23% para os 5.569,10 pontos. É a quinta sessão consecutiva em que a bolsa nacional se mantém em terreno positivo. O BCP acompanha a tendência com uma valorização de 0,57% para os 29,82 cêntimos, após ter revelado no início da semana que os lucros aumentaram 71%. A nível internacional o petróleo continua a valorizar levando as cotadas energéticas, tanto em Portugal como na Europa, a subir neste início de sessão. 

EDP, Galp Energia e REN estão a valorizar na abertura desta quinta-feira. A EDP, que apresenta resultados após o fecho da sessão, sobe 0,23% para os 3,06 euros, a Galp Energia valoriza 0,58% para os 16,5 euros e a REN acrescenta 0,08% para os 2,57 euros. Tanto em Londres como em Nova Iorque, o barril do petróleo está a valorizar perto de 1%, tendo atingido máximos de quatro anos. 

Ainda nas subidas, os investidores também estão a reagir às previsões de que a Navigator deverá anunciar esta quinta-feira um aumento dos lucros no primeiro trimestre para os 56 milhões de euros, face aos 35,6 milhões de euros do mesmo período no ano passado. As ações da cotada deram o pontapé de saída no PSI-20 com uma valorização de 0,61% para os 4,9 euros. Após a sessão fechar, também a Nos, que sobe 0,37%, vai apresentar resultados trimestrais. 

Do lado negativo, o destaque vai para fora do PSI-20. As acções da Sonae Indústria iniciaram a sessão com uma desvalorização de 4,24% para os 2,71 euros. A queda acontece após esta quarta-feira a empresa ter revelado que, no primeiro trimestre de 2018, os lucros baixaram para 3,8 milhões de euros, menos 2,6 milhões do que no mesmo período do ano passado.

No PSI-20, a EDP Renováveis regista uma queda ligeira, um dia depois de ter revelado que os lucros aumentaram 39%. Já a Pharol segue para a terceira sessão consecutiva de quedas com uma desvalorização de 1,08% para os 27,35 cêntimos. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI