Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Citron, um dos fundos visados pelo "ataque" dos investidores do Reddit, desiste do "short selling" 20 anos depois

A luta dos investidores amadores, organizados na rede social Reddit, continua a fazer estragos entre os fundos de investimento norte-americanos. Depois do Melvin ter sido resgatado, agora foi o Citron a desistir dos "shorts".

Reuters
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 29 de Janeiro de 2021 às 16:15
  • Partilhar artigo
  • 14
  • ...
O fundo de investimento Citron Research anunciou que ia descontinuar a negociação através de "short selling", na sequência do mais recente "ataque" dos investidores amadores a vários "hedge funds" norte-americanos, de acordo com a empresa.

Depois de 20 anos a negociar as chamadas posições curtas no mercado, agora o fundo "vai-se focar em dar oportunidades a longo prazo para os investidores", diz a empresa através do Twitter. Este comunicado surge depois de a empresa ter sido uma das visadas no capítulo que relaciona redes sociais, GameStop e "short selling".

A estratégia dos investidores presentes nestes fóruns é clara. Como explica ao Negócios Ricardo Filipe, investidor de 33 anos, "a ideia é apostar forte nos ativos onde os fundos de investimento têm maiores ‘shorts’ para rebentar com eles".

E estão a conseguir: já há fundos a "deitar a toalha ao chão", como o Melvin Capital, um dos protagonistas desta história, que foi obrigado a receber uma injeção de capital. Agora, é a vez do Citron recuar no "short selling".

No final do ano passado estes dois "hedge funds" apostaram na queda das ações da GameStop. Contudo, a revolta no Reddit foi de tal ordem que este movimento obrigou os fundos a fechar posições para limitar as perdas. Para isso foram obrigados a comprar as ações com que antes estavam a apostar na queda, o que exacerbou ainda mais a sua subida.

O Point72 Asset, de Steve Cohen, já desvalorizou entre 10% e 15% em janeiro. E há registos piores. O D1 Capital Partners, de Sundheim, perde 20%, depois de em 2020, no ano da pandemia, ter valorizado 60%. O Melvin Capital já desvalorizou 30% este ano e foi obrigado a receber uma injeção de capital de parceiros. Teve mesmo de negar que tinha ido à falêcia, que já estava a circular nas redes sociais.

 

Além da desvalorização nas suas carteiras, os hedge funds estão também a sofrer resgates dos clientes que, assustados com o desempenho, preferem retirar já o dinheiro destes fundos.

Ver comentários
Saber mais Citron Reddit Citron Research GameStop economia negócios e finanças mercado e câmbios Melvin Capital bolsa política macroeconomia economia (geral) mercado financeiro
Outras Notícias