Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Japão bate novo recorde ao gastar 43,2 mil milhões de euros para segurar iene

O Governo japonês já tinha gastado 2,8 biliões de ienes (19 mil milhões de euros) em setembro, na primeira intervenção monetária a envolver a compra de ienes desde 1998.

Yuriko Nakao/Bloomberg
Lusa 01 de Novembro de 2022 às 10:32
  • Partilhar artigo
  • ...
O Japão gastou 6,3 biliões de ienes (cerca de 43,2 mil milhões de euros), um novo recorde, em várias intervenções, em outubro, para manter o valor da moeda japonesa, o iene, anunciaram as autoridades esta terça-feira.

O ministro das Finanças japonês, Shunichi Suzuki, em conferência de imprensa, afirmou que "as intervenções às vezes não são anunciadas imediatamente a seguir, para maximizar o efeito de suavizar flutuações repentinas".

"Flutuações excessivas devido à especulação não podem ser toleradas. Vamos vigiar de perto as tendências no mercado de câmbio e tomar as medidas apropriadas", acrescentou Suzuki.

Os dados divulgados pelo Ministério das Finanças japonês estão de acordo com as estimativas dos analistas sobre uma intervenção em outubro, que levou a moeda japonesa a cair repentinamente para um mínimo de 146 ienes em relação ao dólar norte-americano.

As fortes oscilações registadas em outubro e os comentários do ministro das Finanças japonês sugerem que houve várias intervenções, embora não tenham sido adiantados quaisquer pormenores.

O Governo japonês já tinha gastado 2,8 biliões de ienes (19 mil milhões de euros) em setembro, na primeira intervenção monetária a envolver a compra de ienes desde 1998, quando o iene ultrapassou a barreira de 145 unidades por dólar.

Entre os fatores da depreciação acelerada do iene está a crescente distância entre as políticas monetárias dos EUA e dos principais bancos centrais europeus, a optar por altas agressivas das taxas de juro, e a do Banco do Japão, que tem mantido as taxas ultrabaixas.
Ver comentários
Saber mais Japão economia negócios e finanças
Outras Notícias