Mercados Pereira Coutinho tem conta bloqueada no BCP para pagar OPA

Pereira Coutinho tem conta bloqueada no BCP para pagar OPA

É no segundo maior credor do grupo que está depositado o dinheiro destinado ao pagamento da contrapartida oferecida pelo empresário na OPA à SAG, através da sociedade IAMC, que é por si controlada, num total de pouco mais de dois milhões de euros.
Pereira Coutinho tem conta bloqueada no BCP para pagar OPA
Miguel Baltazar
Rui Neves 13 de junho de 2019 às 14:18

A OPA lançada por João Pereira Coutinho sobre a SAG, em que oferece 0,0615 euros por cada ação, a pagar em numerário, e tendo em consideração os quase 10% de ações próprias desta sociedade, que serão alienadas e adquiridas pelo empresário, corresponde a uma contrapartida no valor total de 2,08 milhões de euros.

 

Os fundos necessários para o pagamento da totalidade da contrapartida da OPA estão depositados numa conta expressamente consignada junto do BCP, o segundo maior credor da SAG e da sua subsidiária SIVA - a ser vendida à Porsche pelo valor simbólico de um euro -, com créditos agregados que ultrapassam os 70 milhões de euros.

 

"O oferente declara que o pagamento da contrapartida da Oferta [OPA] será assegurado com recursos que foram integralmente postos à sua disposição pela IAMC para o lançamento da Oferta, encontrando-se depositados junto do Banco Comercial Português, S.A., em conta expressamente bloqueada para o efeito", lê-se no prospeto da operação publicado, esta quinta-feira, 13 de junho, no site da Comissão do Mercado de valores Mobiliários (CMVM).

 

A Pereira Coutinho é imputada uma posição de 88,8610% do capital da SAG, dos quais 0,0023% são detidos diretamente, 76,7% através sociedade IAMC – Investment And Assets Management Consulting, 10,2% através da SGC Investimentos (que é detida em 100% pela IAMC) e os restantes 0,7069% através da empresa Principal (detida pelo empresário).

 

O sucesso da OPA está sujeito à aquisição, por parte de Pereira Coutinho, de um número de ações que, acrescidas às que lhe são imputadas, representem, pelo menos, 90% dos direitos de voto mais um direito de voto na SAG e 90% da totalidade das ações representativas do seu capital social.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI