Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PS quer ouvir Maria Luís e Vítor Gaspar sobre "offshores"

Os deputados do PS querem "responsabilizar quem durante quatro anos penhorou casas de família por dívidas fiscais e que, de forma negligente, não garantiu o escrutínio de transferências de 10 mil milhões de euros para offshores".

Bruno Simão
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 02 de Março de 2017 às 19:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • 19
  • ...

O Grupo Parlamentar do PS requereu que Maria Luís Albuquerque e Vítor Gaspar sejam ouvidos no Parlamento sobre as transferências para "offshores", pois os ex-ministros das Finanças "sabiam que não estavam a ser cumpridos os deveres de publicitação" dos dados.

 

Em nota enviada à comunicação social, um grupo de oito deputados do PS pede a audição dos ex-ministros do Governo de Passo Coelho "com carácter de urgência", uma vez que a "ocultação" dos dados estatístico das transferências para "offshores", "terá levado a erros e omissões que o Grupo Parlamentar do Partido Socialista não quer deixar passar incólume".

 

"Sabemos que o Governo PSD/CDS deixou de forma deliberada de fazer o escrutínio a transferências para offshores. Durante 4 anos, Paulo Núncio, deixou na gaveta informação relativa a 10 mil milhões de euros que foram transferidos para paraísos fiscais", refere a nota, lembrando que o gabinete dos ex-ministros "deixaram sem resposta o Grupo Parlamentar do Partido Comunista Português".

 

"Esta ocultação terá levado a erros e omissões que o Grupo Parlamentar do Partido Socialista não quer deixar passar incólume", acrescenta a nota, acrescentando que "queremos responsabilizar quem durante quatro anos penhorou casas de família por dívidas fiscais e que, de forma negligente, não garantiu o escrutínio de transferências de 10 mil milhões de euros para offshores".

 

Os deputados do PS dizem ainda que querem ver esclarecido "como é que esta ocultação deliberada se cingiu à esfera do Ministério das Finanças, quem são os emitentes destas transferências e quem são os contribuintes que poderão não ter cumprido com as suas obrigações fiscais".

 

Maria Luís Albuquerque, actual deputada do PSD, já se mostrou disponível para ir a Parlamento falar sobre este caso que tem agitado a política portuguesa nos últimos dias.  

 

"O parlamento merece-me todo o respeito, mesmo se não o tem merecido por parte de todos os responsáveis, pelo que os esclarecimentos que me venham a ser solicitados serão prestados em primeiro lugar aos deputados, como de resto sempre fiz", referiu, numa nota enviada à Lusa.

 

Paulo Núncio foi ontem ouvido no Parlamento sobre este caso e ilibou os seus ministros. "A responsabilidade [de não publicar as estatísticas das transferências para paraísos fiscais] é só minha e só a mim pode ser assacada. Não a partilhei com mais nenhum membro do Governo. Nem com nenhum membro da AT." Núncio desresponsabilizou, desta forma, os titulares das pastas das Finanças enquanto esteve na secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais.

Ver comentários
Saber mais Grupo Parlamentar do PS Maria Luís Albuquerque Vítor Gaspar Governo PSD/CDS offshores
Mais lidas
Outras Notícias