Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSD confirma Suzana Garcia na Amadora e adia decisão sobre apoio a Isaltino em Oeiras

O secretário-geral social-democrata deu a conhecer mais meia centena de candidatos do PSD às autárquicas e confirmou o nome de Suzana Garcia na corrida à Amadora. José Silvano adiantou que a direção do partido vai ainda discutir possibilidade de apoio a candidatura independente de Isaltino Morais em Oeiras.

David Santiago dsantiago@negocios.pt 07 de Abril de 2021 às 16:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
A advogada e presença assídua na televisão, Suzana Garcia, é a candidata do PSD à câmara da Amadora, e Isaltino Morais poderá vir a contar com o apoio social-democrata na corrida a Oeiras, numa decisão que precisa de "amadurecimento". 

Foram estas as questões que mais chamaram a atenção na apresentação feita pelo secretário-geral social-democrata, José Silvano, que deu a conhecer mais 53 candidatos autárquicos do PSD e que se juntam aos 202 nomes já anteriormente anunciados após terem sido homologados pela direção do partido.

Desta feita, e ao contrário das duas últimas conferências de imprensa para anunciar candidatos às eleições locais que ficaram a cargo do presidente do partido, Rui Rio, coube a Silvano dar a cara como sucedera na primeira leva de candidatos conhecidos. Terá Rio pretendido fugir a perguntas sobre a candidatura de Suzana Garcia? "Tenho a certeza que não, se não não teria votado a favor" da candidata na reunião da última noite da Comissão Política Nacional do PSD, respondeu José Silvano.

No seguimento do artigo de opinião publicado por Suzana Garcia no Observador, em que a advogada notou que ser candidata a legisladora é distinto de concorrer a uma autarquia, isto a propósito da própria ser defensora da castração química para pedófilos reincidentes, José Silvano confirmou que a direção do PSD assume critérios diferentes para um caso e o outro. 

Numa "resposta mais longa", Silvano frisou que "o PSD é um partido onde cabem todos" e que não condena "ninguém por delito de opinião" para defender que "a posição da candidata que se conhece e que é pública em nada afeta os valores essenciais do PSD".

"O PSD quer deixar claro que tomou posição na Assembleia da República nesta matéria aquando da discussão do projeto do Chega (sobre castração química), que é contra a castração química. Suzana Garcia, não se candidata à AR para legislar, mas à câmara da Amadora, que pretende ganhar", atirou o coordenador autárquico. Explicou ainda que a castração química defendida por Garcia é diferente do que constava da proposta do Chega.

José Silvano acrescentou ainda que "em eleições autárquicas há conceitos e candidatos independentes que podem ter, nalgumas matérias, uma posição diferente da direção nacional", sendo certo que há dois critérios fundamentais para o partido: "O PSD nunca apoiará nenhum candidato que seja racista ou xenófobo e baseia-se nas próprias declarações da candidata que diz com toda a clareza que é estrutural e geneticamente antiracista". 

Razões suficientes para a CPN ter aprovado "por unanimidade" a candidatura da advogada na Amadora, até porque tem um "perfil adequado ao concelho e fortes possibilidades de ganhar", assegurou recordando tratar-se de uma proposta da comissão concelhia da Amadora também aprovada pela distrital do PSD de Lisboa.

E se o nome foi aprovado pela direção do partido é porque o seu pensamento "se enquadra na pluralidade que o partido defende", embora diferente seria se fosse candidata do PSD ao Parlamento: "teria outro crivo de análise". 

Garcia tem "programa capaz de fazer inveja"
Questionado sobre se esta escolha é uma aproximação ou um afastamento do PSD face ao Chega, o deputado do PSD garantiu não ser "nem aproximação, nem desaproximação" ao partido populista, já que Garcia "sempre votou no PSD, é apoiante do PSD, o Chega convidou-a e ela não aceitou, [portanto] não tem nada a ver com o Chega". Sem mais explicações, reiterou ser a "candidata mais indicada para ganhar a câmara da Amadora", desde logo porque já tem um "programa de tal maneira elaborado" que é "capaz de fazer inveja".

Depois de o Chega ter revelado ter o essencial das candidaturas conjuntas com o PSD nos Açores alinhavadas, Silvano lembrou que existe "autonomia" regional dos sociais-democratas, porém assegurou que o PSD nacional "nada sabe" e se houvesse alguma coisa de concreto já teria sido informado. Os próximos dias permitirão saber mais detalhes.

Quando ao concelho de Oeiras, a questão é "muito simples". A concelhia propôs o apoio do PSD a uma candidatura independente do ex-militante Isaltino Morais, tendo a distrital aprovado tal posição. Esta terça-feira, a direção do partido analisou essa possibilidade mas "não chegou a uma conclusão definitiva" e precisa de "mais tempo" e "novas reuniões" para decidir. 

No entanto, assegurou não haver qualquer negociação quanto a tal apoio, sendo apenas preciso "fazer um amadurecimento sobre a proposta", sendo que por ora o partido está a analisar "todas as situações em cima da mesa". 

"Objetivo cumprido"
O responsável pela gestão do processo autárquico do PSD deu conta de que com estes 53 novos candidatos a somar aos 202 anteriormente revelados (o recandidato em Viseu, Almeida Henriques, faleceu entretanto e terá de ser substituído) permitem à comissão autárquica do partido dizer que foi "cumprido o objetivo".

Ficam assim a faltar definir 14 candidatos em concelhos situados nos distritos de Beja e Portalegre, onde por "tradição" o PSD sempre teve "dificuldades". Para fechar o leque de candidaturas, falta também apresentar os nomes nos 30 concelhos das regiões autónomas (Açores e Madeira), mas nesses casos a decisão pertence às estruturas regionais. 

José Silvano fez questão de destacar que "99,9% das candidaturas" já aprovadas tiveram parecer favorável das comissões políticas distritais, não tendo havido consenso em apenas três municípios, sinal de que prevaleceu o "empenho" e "diálogo" entre todos. 

Há já quatro candidatos homologados pela direção, mas que, "por estratégia", não foram ainda divulgados, assim como seis concelhos onde o PSD não apresenta lista própria, limitando-se a apoiar candidaturas independentes.

Por último, há cinco municípios (um deles Covilhã) em que existe uma coligação presidida pelo CDS, a quem cabe divulgar os candidatos.

Os 153 novos candidatos hoje anunciados: 
1. Albergaria-a-Velha - Delfina Lisboa Cunha
2. Oliveira de Azeméis - Carla Rodrigues
3. Sever do Vouga - Pedro Lobo
4. Aljustrel - Ana Morais de Almeida
5. Moura - Luís Acabado
6. Barcelos - Mário Constantino
7. Celorico de Basto - José Peixoto Lima
8. Vizela - Jorge Pedrosa
9. Idanha-a-Nova - António Moreira
10. Proença-a-Nova - Carlos Gonçalves
11. Sertã - Paulo Farinha Luís
12. Vila Velha de Ródão - Carlos Faria
13. Pampilhosa da Serra - Jorge Custódio
14. Alandroal - Domingos Matuto
15. Silves - João Garcia
16. Aguiar da Beira - Fernando Andrade
17. Fornos de Algodres - Joaquina Domingues
18. Meda - João Mourato
19. Seia - Luís Caetano
20. Alcobaça - Hermínio Rodrigues
21. Bombarral - Nuno Mota
22. Castanheira de Pera - Alda Correia Carvalho
23. Óbidos - Filipe Daniel
24. Peniche - Filipe Sales
25. Amadora - Susana Garcia
26. Lourinhã - Orlando Carvalho
27. Sobral de Monte Agraço - Joaquim Biancard Cruz
28. Arronches - João Carlos Crespo
29. Avis - Giselle Lopes
30. Benavente - Sónia Silva Ferreira
31. Cartaxo - João Heitor
32. Constância - Manuel Lapa
33. Entroncamento - Rui Madeira Claudino
34. Tomar - Maria de Lurdes Ferromau
35. Vila Nova da Barquinha - Paula Gomes da Silva
36. Alcácer do Sal - Gonçalo Nunes
37. Grândola - Jacinto Ventura
38. Ponte de Lima - José Nuno Vieira de Araújo
39. Mondim de Basto - Bruno Moura Ferreira
40. Ribeira de Pena - Carlos Alberto Carvalho
41. Lamego - Francisco Lopes
42. Mangualde - Joaquim Patrício
43. Nelas - Joaquim Amaral
44. Penalva do Castelo - Pedro Monteiro
45. Resende - Fernando Silvério
46. Vila Nova de Paiva - José Manuel Rodrigues
47. Viana do Castelo - Eduardo Teixeira
48. Leiria - Álvaro Madureira
49. Castelo Branco - João Belém
50. Torres Vedras - Duarte Pacheco
51. Elvas - Paula Calado
52. Sousel - Armando Varela
53. Portimão - Rui André

(Notícia atualizada)
Ver comentários
Saber mais PSD Eleições Autárquicas José Silvano Rui Rio Suzana Garcia Isaltino Morais
Outras Notícias