Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

As marcas de automóveis mais vendidas em Portugal em 2018

Renault segura liderança, Mercedes entra no pódio e Volkswagen afunda-se.

Renault

Renault
A Renault manteve a liderança no principal segmento do mercado automóvel: os ligeiros de passageiros. A marca francesa aumentou as vendas em 3,7%, alcançando as 31.215 viaturas. A quota de mercado aumentou em 0,1 pontos percentuais, para 13,67%.

31.215
Renault
As vendas da líder Renault subiram 3,7%, para 31.215 unidades.

Peugeot

Peugeot
A Peugeot cresceu acima do mercado e consolidou a segunda posição no "ranking". A marca do leão já vale mais de um décimo do mercado de ligeiros de passageiros. Em 2018, as vendas subiram 8,9%, ascendendo a 22.980 veículos, ainda longe da Renault.

22.980
Peugeot
A Peugeot vendeu 22.980 automóveis, um ganho de 8,9%.

Mercedes-Benz

Mercedes-Benz
Apesar de um crescimento abaixo da média do mercado, a Mercedes-Benz ascendeu ao terceiro posto nas marcas mais vendidas. A fabricante alemã fechou o ano com mais 192 automóveis vendidos do que em 2017, o que representa uma subida de 1,2%.

16.464
Mercedes-Benz
A Mercedes cresceu 1,2%, para 16.464 veículos vendidos.

Nissan

Nissan
A Nissan "saltou" três posições no "ranking", passando do sétimo para o quarto lugar. A marca nipónica registou um crescimento de 16,2% nas vendas, com destaque para o seu modelo elétrico, o Leaf. A quota de mercado passou de 5,84% para 6,6%.

15.073
Nissan
A subida de 16,2% nas vendas levou a Nissan às 15.073 unidades.

Fiat

Fiat
Em 2018, a Fiat prosseguiu o bom desempenho dos últimos anos, apresentando um crescimento de 15,5%. A marca italiana aumentou em 77% as vendas no acumulado dos últimos quatro anos e chega agora ao quinto lugar nas preferências dos portugueses.

13.888
Fiat
A Fiat vendeu 13.888 carros, mais 15,5% do que em 2017.

BMW

BMW
A BMW perdeu uma posição no "ranking" num ano em que as suas vendas encolheram 5%. A construtora alemã vendeu menos cerca de 700 veículos do que em 2017 e terminou o ano com vendas inferiores às registadas em 2016, quando comercializou 14.261 viaturas.

13.813
BMW
As vendas da BMW caíram 5%, para 13.813 unidades.

Citroën

Citroën
Com a maior subida percentual entre as 10 principais marcas, a Citroën acelerou para o sétimo lugar no "ranking", ganhando duas posições. A marca francesa reforçou a sua "fatia" do mercado de 4,89% para 5,61%. As vendas somaram 12.813 unidades.

12.813
Citroën
A Citroën aumentou as vendas em 18% para os 12.813 automóveis.

Opel

Opel
A quebra de 3,7% nas vendas levou a Opel a cair dois "degraus" na lista de marcas mais vendidas. A fabricante alemã que passou a estar integrada no Grupo PSA encerrou o ano com um total de 12.701 veículos vendidos. A quota de mercado caiu para 5,56%.

12.701
Opel
A Opel vendeu 12.701 carros, uma quebra de 3,7% face a 2017.

Volkswagen

Volkswagen
A Volkswagen foi a grande "derrotada" entre as principais marcas. As vendas da fabricante germânica recuaram 24,7%, o que representa menos 4.066 carros. O tombo no "ranking" foi do terceiro para o nono posto e a quota de mercado diminuiu em dois pontos.

12.407
Volkswagen
A Volkswagen sofreu uma queda de 24,7%, para 12.407 unidades.

Toyota

Toyota
A Toyota acelerou em 2018 para entrar no "top 10". A fabricante japonesa subiu duas posições graças a um crescimento de 17,7% nas vendas, superando os 10 mil veículos. Parte do sucesso deveu-se aos modelos híbridos da marca nipónica, como o Yaris e o Prius.

10.042
Toyota
A Toyota aumentou as vendas em 17,7%, para os 10.042 veículos.
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 05 de Janeiro de 2019 às 15:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Ver comentários
Saber mais Renault Mercedes Volkswagen
Outras Notícias