Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mais seis jogadores podem rescindir com Sporting e empréstimo obrigacionista "fica em causa"

A imprensa dá conta que mais seis jogadores podem avançar para a rescisão de contrato por justa causa, caso Bruno de Carvalho permaneça à frente do Sporting.

Negócios 02 de Junho de 2018 às 10:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...

Depois da rescisão de Rui Patrício e de Daniel Podence, são vários os jgadores do Sporting que estão também na calha para rescindir com o clube, de acordo com vários jornais deste sábado.

 

O Record identifica os seis jogadores que estão a caminho de avançar com a rescisão de contrato: Gelson, Bas Dost, William Carvalho, Bruno Fernandes e os argentinos Battaglia e Acuña.

 

Segundo a imprensa, estes jogadores admitem recuar nas rescisões caso Bruno de Carvalho saia do Sporting.

 

O presidente do clube admitiu este cenário quando ontem deu uma sessão de esclarecimento aos sócios no norte do país, mas desvalorizou o impacto na situação financeira do clube.

 

"Estávamos a trabalhar e tínhamos tomado ontem uma série de decisões que nos colocavam outra vez num período de calma no que respeita à preparação da época, e pronto, vem isto hoje. Tudo se irá resolver. Isto não é um discurso populista. Uma coisa é ser popular e outra é ser populista. Não será por esta questão das rescisões que haverá problemas de tesouraria", afirmou o presidente verde e branco na terceira sessão de esclarecimento aos sócios, em Santa Maria da Feira, citado pelo Record.

 

Contudo, Bruno de Carvalho afirmou que se ocorrerem mais rescisões de jogadores, poderá ficar em causa o empréstimo obrigacionista, que deveria arrancar nos próximos dias.

 

O empréstimo obrigacionsuta "claro que fica em causa se vem um jogador, se vai outro, se vem outro. Obrigações não são o mesmo que acções, as obrigações são um investimento financeiro que tem um excelente retorno", afirmou Bruno de Carvalho na sexta-feira, citado pelo Expresso.

 

No comunicado emitido na quinta-feira, antes da rescisão de Patrício, a direcção do Sporting indicou que iria avançar com a emissão obrigacionista de 15 milhões de euros que tinha prevista. Fonte oficial do clube indicou ontem ao Negócios que a SAD ainda estava a trabalhar no texto do prospecto, face às alterações e informações adicionais solicitadas pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

No comunicado em que informa ter criado de uma Comissão Transitória da Mesa da Assembleia Geral, substituindo a actual Mesa da Assembleia Geral, que se encontra demissionária, o Conselho Directivo do clube refere que as várias medidas deliberadas asseguram "o normal funcionamento do clube". 

Ver comentários
Saber mais Rui Patrício Battaglia Daniel Podence Sporting Bas Dost Gelson Bruno Fernandes William Carvalho
Mais lidas
Outras Notícias