Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Apple atualiza iPad mais barato e iPad Mini. Novo Apple Watch só chegará no outono

A Apple apresenta esta terça-feira novos produtos. Mais uma vez, também esta apresentação é gravada, devido à pandemia.

Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 14 de Setembro de 2021 às 18:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A empresa liderada por Tim Cook apresentou esta terça-feira, 14 de setembro, novos equipamentos, além de informações sobre a chegada de novos conteúdos ao serviço de streaming Apple TV+, como a estreia da segunda temporada da série "Morning Show". 

A Apple começou por apresentar um "novo iPad, o mais popular da linha" - ou seja, o modelo de entrada de gama, o mais barato, que nos EUA arrancará nos 329 dólares, com disponibilidade para pré-vendas já a partir desta terça-feira. Este modelo atualizado terá um novo processador, neste caso o A13, que promete ser 20% mais rápido neste equipamento. 

Também a câmara foi atualizada, passando agora a câmara frontal a ser uma grande angular, com um sensor de 12 MP. A experiência "Center Stage", que está presente no iPad Pro, no modelo mais avançado, é também incluída neste equipamento. Esta funcionalidade estará disponível também em aplicações para videoconferência, como a BlueJeans, por exemplo, mas também em aplicações de redes sociais, como o TikTok. 

Já a câmara traseira foi atualizada para uma grande angular de 8 MP.

Este iPad tem um ecrã de 10,2 polegadas, com capacidade a arrancar nos 64 GB. Com a menor capacidade, os preços deste equipamento arrancam nos 399 euros para o mercado português (na versão Wi-Fi).

Além do modelo mais barato, também o iPad Mini foi alvo de uma atualização. A conetividade 5G chega também ao iPad mini, um ano depois de a empresa fazer chegar a quinta geração de redes móveis à linha iPhone. A versão Wi-Fi + Cellular em Portugal não disponibilizará esse tipo de conectividade em Portugal, uma vez que o 5G ainda não está disponível por cá.

Além de mudanças no processador - é incluído o A15 Bionic - e no ecrã deste equipamento, também há mudanças no que diz respeito às câmaras deste "tablet". A traseira do iPad Mini passará a contar com um sensor de 12 MP, com uma abertura de 1,8. Já a câmara frontal foi atualizada para uma lente grande angular também com um sensor de 12 MP, que será ainda compatível com a funcionalidade Center Stage.

Nas informações divulgadas pela Apple, é notória a intenção de este iPad apelar a um público mais ligado à criatividade, nomeadamente na área do vídeo, com o iPad Mini a permitir a gravação de vídeo em 4K, até 60 frames por segundo. Este iPad será também compatível com a segunda geração do Apple Pencil.

Mais uma vez, à semelhança do iPad de entrada de gama atualizado, também este equipamento estará disponível para pré-vendas já a partir de hoje, chegando ao mercado na próxima semana.

Em Portugal, o iPad Mini custará 569 euros na versão de entrada de gama, com 64 GB de capacidade e apenas ligação Wi-Fi.

Sétima geração do Apple Watch chega no outono

Como já era esperado, a Apple apresentou a sétima geração do relógio inteligente, levantando a ponta do véu sobre o Apple Watch Series 7. 

O novo relógio vai ter o maior ecrã entre os Apple Watch, com a tecnológica a prometer também um ecrã mais brilhante, mesmo em condições de extrema luminosidade no exterior. Além do ecrã, há ainda diferenças prometidas na resistência ao pó ou no tempo de carregamento da bateria. Em comparação com o Series 6, é prometido um carregamento até 33% mais rápido, através do sistema de carregamento com USB-C. A empresa promete "que oito minutos de carga são suficientes para registar até oito horas de sono."

Ao contrário da linha iPad, a empresa anunciou a disponibilidade deste equipamento "no outono", sem especificar uma data. A loja portuguesa já conta com as especificações principais do relógio, mas ainda não permite consultar preços. A título de comparação, o Series 6, o modelo mais recente até aqui, está disponível a partir de 439 euros.

Depois de apresentar no ano passado o serviço de subscrição de exercício físico Apple Fitness+ em seis mercados, este ano o serviço chegará a mais mercados. A expansão passa também por Portugal, um dos países incluídos na lista de 21 territórios que vai receber este serviço neste outono.

(notícia atualizada pela última vez às 20h08)
Ver comentários
Saber mais Apple apresentação produtos Tim Cook
Outras Notícias