Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Direitos da EDP disparam pela primeira vez e puxam pelas ações

A EDP está em contra ciclo na bolsa portuguesa com a procura por direitos a impulsionar a cotação das ações. Os direitos negoceiam pela última vez na segunda-feira e o período de subscrição termina a 6 de agosto.

A aquisição em Espanha foi anunciada poucos dias depois de Miguel Stilwell assumir o cargo de CEO interino.
Inês Gomes Lourenço
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 30 de Julho de 2020 às 11:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os direitos de subscrição do aumento de capital da EDP estão em forte alta na bolsa de Lisboa, uma tendência que está a puxar pelo preço das ações, uma vez que as cotações dos dois ativos estão relacionadas.

Esta é a primeira sessão de alta nos direitos desde que estes títulos começaram a ser transacionados na praça portuguesa na quinta-feira. Nesse dia subiram face ao preço teórico do destaque dos direitos, mas em todas as sessões posteriores perderam valor, pressionados pela evolução negativa das bolsas.

Esta quinta-feira a bolsa portuguesa continua em terreno negativo, mas os direitos de subscrição estão em alta, com uma subida de 7,7% para 9,37 cêntimos.

A esta cotação corresponde um valor teórico das ações de 4,402 euros, pelo que as ações da elétrica estão a ser puxadas pelos direitos. A cotação das ações valoriza 1,28% para 4,366 euros. A este valor corresponde um preço teórico dos direitos de 9,1 cêntimos.

Esta situação de desequilíbrio entre a cotação dos direitos e das ações abre oportunidade para operações de arbitragem, que neste caso passa por vender o direito que está "caro" e comprar a ação que está "barata".

O facto de ser o direito que está caro mostra que há interesse dos investidores em comprar estes títulos para participar no aumento de capital. Na sessão de hoje foram transacionados mais de 26 milhões de direitos, o que não chega a representar 1% de todos os títulos admitidos à negociação.

Na calculadora do Negócios (disponível aqui e em baixo), pode ver o preço teórico do direito introduzindo a cotação da ação e o preço teórico da ação introduzindo o preço do direito. Sabe também quantas novas ações pode subscrever tendo em conta o número de direitos e o investimento que terá que realizar se quer participar no aumento de capital.

 

Na semana passada foram admitidos à negociação os 3.656.537.715 direitos que foram atribuídos aos acionistas que tinham ações da EDP em carteira no fecho da sessão de 20 de julho.

São estes títulos que vão permitir a subscrição das 309.143.297 novas ações que a elétrica está a emitir no aumento de capital de 1,02 mil milhões de euros.

Por cada ação detida, os acionistas recebem um direito que, por sua vez, garante a subscrição de 0,085035375 novas ações, mediante o pagamento de 3,30 euros por cada uma. Dito de outra forma, são necessários 1.000 direitos para comprar 85 novas ações.

Os direitos de subscrição são transacionados em bolsa para que os acionistas que não pretendem ir ao aumento de capital os possam transacionar e assim compensar o ajuste que a cotação da ação sofreu quando se separou do direito. Serve também para que os investidores que não são acionistas possam participar no aumento de capital, tendo para isso que comprar direitos em bolsa.

O período de subscrição das ações termina a 6 de agosto. Os direitos vão negociar em bolsa até 3 de agosto.

As datas do aumento de capital

20 de julho - Último dia de negociação das ações da EDP com os inerentes direitos de subscrição.

23 de julho - Primeiro dia do período de subscrição das novas ações e primeiro dia do período de negociação dos direitos de subscrição na Euronext Lisbon

3 de agosto - Último dia de negociação dos direitos de subscrição na Euronext
Lisbon

5 de Agosto - Data a partir da qual as ordens de subscrição de novas ações se tornam irrevogáveis (inclusive)

6 de agosto - Último dia do período de subscrição das novas ações

7 de agosto - Anúncio dos resultados da oferta e liquidação financeira das novas ações subscritas mediante o exercício de direitos de subscrição

11 de agosto - Liquidação financeira das novas ações atribuídas na fase de rateio e no âmbito do Contrato de Underwriting

11 de agosto - Registo do aumento do capital social na conservatória do registo comercial

12 de agosto - Data prevista para a emissão e liquidação física das novas ações

17 de agosto - Primeiro dia de negociação das novas ações
Ver comentários
Saber mais EDP aumento de capital direitos de subscrição
Mais lidas
Outras Notícias