Trading Pinterest e Zoom disparam nas estreias em bolsa

Pinterest e Zoom disparam nas estreias em bolsa

Os unicórnios Pinterest e Zoom Video Communications escalaram nas suas estreias em bolsa, esta quinta-feira, nos Estados Unidos.
Carla Pedro
Carla Pedro 18 de abril de 2019 às 23:34

A Pinterest encerrou a sua primeira sessão como título da bolsa de Nova Iorque a somar 28,42% para 24,40 dólares, ficando assim avaliada em cerca de 16 mil milhões de dólares, a refletir o apetite dos investidores – especialmente por cotadas do setor tecnológico.

 


As ações da Pinterest, plataforma que permite aos seus utilizadores pesquisarem por tópicos como projetos de melhoria para a casa e dicas de viagem, abriram a 23,75 dólares, bem acima do preço fixado (19 dólares) para a estreia em bolsa.

Já a Zoom Video Communications fechou a disparar 72,22% para 62 dólares na sua primeira sessão como integrante do índice Nasdaq.

 





A empresa norte-americana do segmento das videoconferências, recorde-se, estreou-se a negociar nos 36 dólares definidos na sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês).


Estes desempenhos são bons augúrios para muitas empresas que se preparam para as suas entradas em bolsa, como é o caso da Uber Technologies.

 

A Lyft também arrancou bem, mas entretanto já negoceia abaixo do preço da sua entrada em bolsa, no mês passado, pelo que os investidores se mantêm atentos a estas oscilações.

 

A Pinterest registou prejuízos de 63 milhões de dólares em 2018, mas espera reportar 291 milhões de utilizadores mensais ativos a nível global quando apresentar as contas do primeiro trimestre – o que constituirá um aumento de 22% face ao período de janeiro a março de 2018 e poderá ajudar a melhorar os seus números globais.

 

Os IPO da Pinterest e de outros unicórnios – startups avaliadas em pelo menos mil milhões de dólares – que ainda não conseguiram reportar lucros têm colocado os investidores perante um dilema, salienta a Reuters. É que ao mesmo tempo que não querem perder a oportunidade de investir nestas empresas populares e com um crescimento rápido, também têm de pesar os riscos dessas companhias. Mas, por enquanto, o interesse em entrarem no comboio das compras tem superado os receios inerentes à evolução destes negócios.

 

A Uber já oficializou no passado dia 11 de abril o pedido de entrada em bolsa. Depois da sua rival Lyft em março, vai chegar agora o tão aguardado IPO da plataforma de transporte em veículos descaracterizados, que pode vir a ser o maior do ano nos Estados Unidos.

 

A Slack e a Airbnb são outras tecnológicas que deverão entrar em bolsa este ano.

PUB

Conheça mais sobre as soluções de trading online da DeGiro.

DeGiro

pub

Marketing Automation certified by E-GOI