Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Boris Johnson vai ser o próximo primeiro-ministro britânico

Confirmou-se a vitória de Boris Johnson nas eleições dos Conservadores, que assume já esta quarta-feira o cargo de primeiro-ministro do Reino Unido. Boris Johnson obteve quase o dobro dos votos de Jeremy Hunt.

A carregar o vídeo ...
Negócios jng@negocios.pt 23 de Julho de 2019 às 12:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

O Partido Conservador anunciou esta manhã que Boris Johnson venceu a corrida à liderança dos "tories", derrotando o rival Jeremy Hunt num processo eleitoral que se prolongou durante um mês.

 

Os cerca de 160 mil militantes conservadores escolheram o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros, de 55 anos, que foi uma das figuras mais relevantes na campanha pelo Brexit. Boris Johnson obteve 92.153 votos, derrotando assim Jeremy Hunt, de 52 anos, que é atualmente ministro dos Negócios Estrangeiros e obteve 46.656 votos.

 

Esta terça-feira efetiva-se a demissão de Theresa May como líder conservadora e, na quarta-feira, Boris Johnson é recebido pela rainha no Palácio de Buckingham para ser formalmente designado primeiro-ministro do Reino Unido.

 

Cumpre-se assim um desfecho há muito anunciado e chega ao fim o trilho percorrido durante mais de 30 anos por Johnson para ocupar o número 10 de Downing Street.

Theresa May só deverá apresentar a demissão à rainha Isabel II na tarde de quarta-feira, deixando o lugar para o novo líder do partido do governo britânico.

No curto discurso de vitória, um "honrado" Boris Johnson agradeceu o serviço prestado por May e destacou o grande adversário que foi Hunt nesta disputa pela liderança "torie". Eleito líder de um partido fortemente dividido, como é prova a fratura relativamente ao processo do Brexit, Johnson retomou o lema de campanha para proclamar como desafios cumprir a saída do Reino Unido da União Europeia e derrotar Jeremy Corbyn, líder do Partido Trabalhista. 

O agora líder conservador e em breve primeiro-ministro definiu ainda três prioridades a que se junta uma quarta para formar o acrónimo inglês "Dude". "Entregar, unir, derrotar e energizar", que é como quem diz entregar o Brexit, unir o partido e o país, derrotar a oposição trabalhista e estimular o Reino Unido para os desafios que tem pela frente, a começar pela saída do bloco europeu.

Ver comentários
Saber mais Boris Johnson Conservadores Partido Conservador Theresa May Jeremy Hunt
Mais lidas
Outras Notícias