Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP pretende vender ativos de mil milhões de euros

A EDP realça, no plano estratégico, que o Brasil manter-se-á abaixo dos 20% da exposição da empresa.

Alexandra Machado amachado@negocios.pt 25 de Fevereiro de 2021 às 09:27
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...
A EDP quer realizar desinvestimentos de mil milhões de euros, anunciou Miguel Stilwell de Andrade, presidente da elétrica, na apresentação do plano estratégico.

Não foram ainda revelados os ativos que estarão na linha dos desinvestimentos, mas o CEO da EDP já garantiu que alguns ativos no Brasil estarão nessa senda, nomeadamente na hídricas, já que a empresa pretende manter a exposição a este mercado limitada, abaixo dos 20% em termos de EBITDA, especificou Miguel Stilwell de Andrade, esclarecendo que o que restar disso será distribuído aos acionistas, mas a EDP pretende manter a maioria na empresa no Brasil.

Mas também na Península Ibérica a exposição será menor, em torno dos 45%, aumentando a diversificação geográfica.

O presidente da eléctrica explicou, ainda, que "olharemos para qualquer oportunidade que surja. Não precisamos de correr para fazer alguma coisa. Se aparece decidiremos" em termos de venda. 

Miguel Stilwell de Andrade realçou ainda que a rotação de ativos que tem feito será menor, em termos percentuais. Se até agora a rotação de ativos correspondia a uma percentagem de cerca de 50%, agora será de um terço.

"Vamos manter mais capacidade no balanço", assegurou, explicando que apesar da rotação de ativos ser "uma grande estratégia - e vamos continuar a fazer - iremos manter mais megawatts no balanço". Mas a rotação de ativos deverá ser de 8 mil milhões de euros. 

A dívida, neste período, passará de 3,5 vezes o EBITDA para 3,2 vezes em 2025.
Ver comentários
Saber mais EDP Miguel Stilwell de Andrade energia EDP Renováveis
Outras Notícias