Bolsa Galp atinge máximos de 2011 e reforça posição de cotada mais valiosa

Galp atinge máximos de 2011 e reforça posição de cotada mais valiosa

A subida do petróleo está a levar as acções da Galp para o valor mais alto em quase sete anos. A petrolífera já vale mais 2,5 mil milhões do que a segunda empresa mais valiosa do PSI-20.
Rita Faria 10 de maio de 2018 às 09:58

As acções da Galp Energia atingiram esta quinta-feira, 10 de Maio, o valor mais alto em quase sete anos, elevadas pela forte subida das cotações do petróleo nos mercados internacionais.

Na segunda sessão consecutiva de ganhos, os títulos da petrolífera liderada por Carlos Gomes da Silva estão a subir 1,46% para 16,68 euros, depois de já terem tocado nos 16,69 euros, a cotação mais alta desde 30 de Junho de 2011.

Esta evolução acontece um dia depois de o JPMorgan ter actualizado a sua avaliação da Galp, definindo uma recomendação de "overweight"[acumular] e um preço-alvo para as acções de 17,00 euros, o que traduz um potencial de valorização de 1,86% tendo em consideração a cotação actual.




O petróleo, que já atingiu novos máximos de Novembro de 2014 esta quinta-feira, tem animado todo o sector da energia, o principal responsável pelos ganhos recentes dos mercados accionistas.

Contudo, a Galp está hoje em destaque no sector. Apesar de o índice Stoxx600 Europe Oil & Gas, que reúne as 20 maiores empresas europeias desta área, já ter tocado em máximos de Setembro de 2014, a Galp é a única cotada deste grupo que mantém a tendência positiva.

Isto apesar de o petróleo estar a negociar em alta pela segunda sessão consecutiva, a reflectir a saída dos Estados Unidos do acordo com Teerão sobre o programa nuclear iraniano e ameaça de uma ronda de sanções sobre aquele país do Médio Oriente, que deverão penalizar as suas exportações de petróleo.

Galp já vale mais 2,5 mil milhões do que a EDP   

A subida registada esta quinta-feira reforça a posição da Galp Energia como a cotada mais valiosa do PSI-20.

A capitalização bolsista da empresa aumentou para praticamente 13,8 mil milhões de euros, distanciando-a da segunda maior empresa do principal índice nacional, a EDP, que tem um valor de mercado de 11,3 mil milhões.

No passado dia 27 de Abril, a Galp anunciou que fechou os primeiros três meses deste ano com lucros de 135 milhões de euros, o que representa uma subida de 74% face aos 77 milhões obtidos em igual período do ano passado.

Os resultados superaram as estimativas dos analistas, contribuindo para a tendência positiva das acções. Nas nove sessões desde então, os títulos valorizaram em seis.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI