Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonae Capital recua e não apresenta proposta de dividendo

A empresa liderada por Miguel Gil Mata tinha anunciado em fevereiro que iria distribuir um dividendo líquido de seis cêntimos por ação, mas voltou atrás na decisão devido ao contexto de incerteza decorrente da covid-19. Não afasta, contudo, a possibilidade de reavaliar a decisão.

“Boom” do turismo anima Sonae Capital
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 06 de Abril de 2020 às 20:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

"A Sonae Capital vem pelo presente informar que, face ao contexto de elevada incerteza resultante da pandemia covid-19 e consequente estado de emergência em Portugal, o seu conselho de administração deliberou, à data de hoje, reverter a proposta anteriormente anunciada de distribuição de dividendos", informou a empresa em comunicado divulgado junto da CMVM.

 

Segundo a empresa liderada por Miguel Gil Mata (na foto), "esta decisão foi tomada por prudência, com o objectivo de assegurar uma acrescida estabilidade financeira da Sonae Capital, fundamental para garantir a sua resiliência nos cenários mais disruptivos que a situação actual leva a equacionar".

 

O documento refere ainda que o conselho de administração "considera reavaliar esta decisão quando existir uma maior visibilidade sobre o futuro, a normalidade de todas as suas operações seja retomada e, sobretudo, tendo em consideração a adequabilidade da estrutura de capitais à tipologia de activos e negócios em posse do grupo".

 

Apesar de ter duplicado os prejuízos para 12,3 milhões de euros em 2019, a Sonae Capital tinha anunciado, no passado dia 15 de fevereiro, que iria voltar a remunerar fortemente os acionistas. No total, propunha distribuir 15 milhões de euros, o que correspondia a um dividendo líquido de seis cêntimos por ação.

A pandemia tem estado a levar mais algumas empresas do PSI-20 (e no resto do mundo) a cancelar o pagamento de dividendos, como já foi o caso também dos CTT, do BCP e da Novabase. No entanto, outras cotadas já viram ser aprovada, em AG, a remuneração acionista por conta dos resultados de 2019, como é o caso da EDP Renováveis - e a EDP e Sonae têm já a proposta de pagamento. Já a Navigator vai reduzir o seu dividendo para metade.

Ver comentários
Saber mais Sonae Capital bolsa dividendos
Mais lidas
Outras Notícias