Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Crédito à habitação volta a acelerar em outubro. Foram 976 milhões

No acumulado de janeiro a outubro deste ano, já foram concedidos mais de 9 mil milhões de euros em crédito à habitação.

Os bancos continuam a apostar no segmento de crédito à habitação como uma fonte de receitas.
Miguel Baltazar
Rafaela Burd Relvas rafaelarelvas@negocios.pt 02 de Dezembro de 2020 às 11:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A concessão de crédito à habitação voltou a acelerar durante o mês de outubro, depois do aumento que já tinha sido registado no mês anterior. Foram concedidos mais de 970 milhões de euros em novas operações de crédito à habitação, elevando para mais de 9 mil milhões de euros o total concedido no acumulado de janeiro a outubro deste ano.

Os dados foram publicados esta quarta-feira, 2 de dezembro, pelo Banco de Portugal (BdP), que dá conta de que este movimento é registado numa altura em que os juros das novas operações de crédito voltaram a cair para um mínimo histórico.

Ao todo, segundo os dados do BdP, a banca nacional concedeu 976 milhões de euros em crédito à habitação durante o mês de outubro. Este número representa um ligeiro aumento, de 0,62%, em relação a setembro deste ano, e uma subida de 2% face a outubro do ano passado. É também o valor mais elevado concedido num só mês que é registado desde janeiro deste ano.

Feitas as contas, no conjunto dos dez meses de janeiro a outubro, foram concedidos 9.073 milhões de euros em crédito à habitação, mais 6,4% do que em igual período do ano passado. Desde 2008 que a banca não concedia tanto crédito à habitação neste período de dez meses.

Este movimento acontece numa altura em que os juros cobrados pela banca têm vindo a fixar-se em valores cada vez mais baixos. Em outubro, a taxa de juro média das novas operações de crédito à habitação baixou 5 pontos percentuais face ao mês anterior, para 0,87%, ficando abaixo dos 0,9% pela primeira vez e fixando um novo mínimo histórico. Foi o terceiro mês consecutivo em que os juros do crédito à habitação renovaram mínimos.

Crédito ao consumo volta a subir

À semelhança do que se verifica no segmento da habitação, também a concessão de crédito ao consumo voltou a aumentar em outubro, ainda que, neste caso, as taxas de juro tenham subido.

Ao todo, em outubro, foram concedidos 391 milhões de euros em novas operações de crédito ao consumo. Este valor representa um ligeiro aumento, de 0,77%, em relação aos número que tinham sido registados em setembro, mas equivale a uma queda de 25% face à nova concessão de crédito ao consumo que tinha sido registada em outubro do ano passado.

Assim, no conjunto de janeiro a outubro, estas operações totalizam 3.615 milhões de euros, o que representa uma quebra de 15,5% face a igual período do ano passado.

Foram ainda concedidos outros 156 milhões de euros em novas operações de crédito para outros fins, durante o mês de outubro.

Feitas as contas, a banca concedeu um total de 1.524 milhões de euros às famílias durante o mês de outubro. No conjunto dos dez primeiros meses do ano, foram 14.528 milhões de euros, uma queda de cerca de 1% em relação a igual período do ano passado.

Notícia atualizada pela última vez às 11h40 com mais informação.
Ver comentários
Saber mais crédito banco de portugal banca crédito à habitação crédito ao consumo taxas de juro
Outras Notícias