Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Filha mais nova de Américo Amorim vai dar “uma nova vida” ao Mercado do Bom Sucesso

Um Continente Bom Dia no lugar da antiga zona de venda de frescos, 26 bancas, 40 lojas e restaurantes e um palco multiusos para eventos. O emblemático edifício do Porto, cujo concessionário é controlado por uma empresa de Luísa Amorim, vai estar em obras durante 2021.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 20 de Março de 2021 às 15:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

Um ano depois de a Mercado Urbano, concessionária do portuense Mercado do Bom Sucesso (MBS), ter sido adquirida ao grupo Mota-Engil pela Sonae Sierra e a Mercado Prime, de Luísa Amorim, com 80% da empresa gestora do complexo comercial a ser controlada pela herdeira mais nova do falecido Américo Amorim, o edifício dos anos 50 do século passado vai ser renovado.

 

Obtida luz verde da Câmara do Porto ao projeto de requalificação do MBS, assim como parecer favorável da Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN), o mercado entrou já em obras, que "irão decorrer durante o ano de 2021", admite o diretor do MBS, Marco Massano, numa entrevista ao Negócios em que revela como vai ficar o "novo" Bom Sucesso.

 

A estrutura de capital da concessionária do MBS (80% Mercado Prime, 20% Sonae Sierra) mantém-se?

Sim, a estrutura mantém-se a mesma que a anunciada no início de fevereiro 2020.

 

É sabido que o "novo" MBS vai contar com um Continente Bom Dia. Em que espaço do mercado vai ser instalado?

O Continente Bom dia irá ocupar a área da antiga zona dos frescos do mercado, com uma entrada direta exterior pelo Largo da Ferreira Lapa, e onde operarão com uma oferta de conveniência centrada em produtos da área de frescos e de livre serviço. As bancas alimentares dedicadas a restauração ou à venda de outro tipo de produtos irão manter-se no núcleo central do mercado.

 

Este projeto de renovação pretende dar uma nova vida ao Mercado do Bom Sucesso, melhorando a imagem global e o conforto deste espaço emblemático, requalificando a oferta comercial disponível e melhorando a operação. Marco Massano

Para quando está prevista a abertura deste Continente Bom Dia, quantos metros quadrados vai ter e quantos postos de trabalho vai criar?

Tendo em conta o início das obras, a nova loja Continente Bom Dia deverá abrir no segundo trimestre de 2021. Nesta fase ainda é prematuro dar informação complementar. 

 

O que levou a concessionária a decidir abrir um Continente Bom Dia no MBS?

Entendemos a oferta de frescos como parte integrante da oferta de um mercado mais tradicional como o Mercado do Bom Sucesso como a melhor solução. Será um supermercado de conveniência, com destaque nos frescos e oferta de livre serviço, prestando assim um serviço mais adaptado aos clientes modernos. O Continente Bom Dia estará bem integrado no mercado, mantendo uma imagem ajustada à vida deste espaço emblemático da cidade do Porto, beneficiando o conjunto da oferta para os visitantes.

 

Qual é o investimento global previsto na intervenção a fazer no MBS?

A Mercado Urbano iniciou uma primeira fase de intervenção, pretendendo ao longo dos anos da concessão continuar a investir na melhoria do mercado, de forma gradual, não havendo para o efeito um valor global fechado.

 

Além do Continente Bom Dia, como vai ser o "novo" MBS? 

Este projeto de renovação pretende dar uma nova vida ao Mercado do Bom Sucesso, melhorando a imagem global e o conforto deste espaço emblemático, requalificando a oferta comercial disponível e melhorando a operação.

Para isso, vamos alargar a oferta da restauração com novos conceitos gastronómicos, um Continente Bom Dia e outras lojas e serviços, para proporcionar aos visitantes num espaço "trendy", cómodo e conveniente, em linha com o que é feito nos mercados tradicionais internacionais.


O conceito do design do projeto remete para o ambiente das lojas tradicionais e vivência do mercado, pelo que inclui elementos como as antigas leiteiras e sacos de serapilheira, peças em cerâmica e cestaria, brinquedos antigos, entre outros. Os materiais utilizados são essencialmente a pedra mármore e a madeira, pois conferem uma sensação de conforto e ao mesmo tempo elegância ao local.

As bancas terão uma nova imagem adaptada ao novo conceito do local. No total, serão 26 bancas, 40 lojas e restaurantes (exteriores e interiores), servidos por uma "seating área".

Além dos novos conceitos, os quiosques já existentes serão realocados e renovados com uma imagem mais moderna, em linha com o novo conceito do mercado.

No interior será também colocado um palco multiusos para eventos.

Um pouco por todo o espaço haverá pontos de internet e de carregamento de baterias de smartphones e tablets.

 

Qual é o prazo para a conclusão das obras?

As obras para a renovação do Mercado do Bom Sucesso já se iniciaram e irão decorrer durante o ano de 2021.

Os trabalhos serão efetuados, na sua maioria, durante o período em que o mercado está encerrado ao público. Alguns trabalhos, mais relacionados com as alterações das bancas, irão decorrer durante o ano de 2021 e conviverão com o normal funcionamento do mercado. Assim que forem levantadas as atuais restrições, motivadas pelo combate à pandemia de covid-19, o Mercado do Bom Sucesso voltará ao seu normal horário de funcionamento ou aquele que for determinado pelas autoridades.

Ver comentários
Saber mais mercado do bom sucesso sonae sierra luísa amorim mercado prime mota-engil mbs marco massano
Outras Notícias