Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aumento de capital da EDP arranca a 23 de julho. Veja o calendário e as condições

As acções destacam dos direitos na segunda-feira e os resultados da operação devem ser conhecidos a 7 de agosto.

Reuters
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 16 de Julho de 2020 às 23:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
A EDP já publicou o prospeto do aumento de capital de 1,02 mil milhões de euros que vai realizar para financiar a aquisição da espanhola Viesgo.

A operação arranca já na próxima segunda-feira, último dia em que as ações negoceiam com os direitos incorporados, e as novas ações deverão ser admitidas à negociação a 17 de agosto.

Tal como tinha revelado na quarta-feira, a EDP pretende emitir 309.143.297 novas ações, com um preço de subscrição de 3,30 euros cada, o que representa um desconto de 23% face ao preço teórico após destaque dos direitos.

Os acionistas têm direito de preferência neste aumento de capital, pelo que vão receber um direito por cada ação que detiverem em carteira até ao fecho da sessão de segunda-feira (20 de julho). Cada direito vai permitir subscrever 0,085035375 novas ações. O arredondamento será feito por defeito para o número inteiro de ações ordinárias mais próximo.

Um investidor que, por exemplo, seja titular de 1.000 ações da EDP, receberá 1.000 direitos, que lhe permite comprar 85 novas ações. Irá investir 280,5 euros, pagando 3,30 euros por cada ação.

O período de subscrição das novas ações decorre entre 23 de julho e 6 de agosto e os direitos vão ser negociados em bolsa entre 23 de julho e 3 de agosto.

Os acionistas que pretendem participar no aumento de capital devem exercer os direitos que vão receber. Os que não pretendem investir na operação devem vender os direitos em bolsa.

A EDP prevê que as novas ações sejam admitidas à negociação a 17 de agosto. Ou seja, a operação estará concluída cerca de um mês depois de ter sido anunciada.

A EDP explica no prospeto que "para os atuais acionistas que não exerçam os seus direitos de subscrição no aumento de capital, uma participação no capital social da EDP correspondente a, por exemplo, 1% será reduzida para cerca de 0.922 % após o aumento de capital, assumindo que o acionista não exerce quaisquer direitos de subscrição e que o aumento de capital é integralmente subscrito".

As datas do aumento de capital

20 de julho - Último dia de negociação das ações da EDP com os inerentes direitos de subscrição.

23 de julho - Primeiro dia do período de subscrição das novas ações e primeiro dia do período de negociação dos direitos de subscrição na Euronext Lisbon

3 de agosto - Último dia de negociação dos direitos de subscrição na Euronext
Lisbon

5 de Agosto - Data a partir da qual as ordens de subscrição de novas ações se tornam irrevogáveis (inclusive)

6 de agosto - Último dia do período de subscrição das novas ações

7 de agosto - Anúncio dos resultados da oferta e liquidação financeira das novas ações subscritas mediante o exercício de direitos de subscrição

11 de agosto - Liquidação financeira das novas ações atribuídas na fase de rateio e no âmbito do Contrato de Underwriting

11 de agosto - Registo do aumento do capital social na conservatória do registo comercial

12 de agosto - Data prevista para a emissão e liquidação física das novas ações

17 de agosto - Primeiro dia de negociação das novas ações
Ver comentários
Saber mais EDP Viesgo aumento de capital
Mais lidas
Outras Notícias