Patrícia  Abreu
Patrícia Abreu 10 de abril de 2019 às 18:58

Poderá a Uber valer 100 mil milhões de dólares?

À semelhança de outros unicórnios, a Uber faz o seu caminho para a bolsa num momento em que já está com níveis de avaliação muito elevados, após anos de rondas de financiamento privado.

A Uber poderá ser o próximo unicórnio a fazer o seu caminho para a bolsa. Depois da operação pública inicial (IPO, na sigla em inglês) da Lyft, a Uber está a ponderar vender 10 mil milhões de dólares em ações no seu IPO e poderá pedir o registo da operação já esta quinta-feira, segundo fontes citadas pela CNBC. A maioria das ações serão emitidas pela empresa e uma pequena percentagem serão investidores a sair.

Segundo a CNBC, a "app" de transportes poderá ser avaliada entre 90 e 100 mil milhões de dólares, um valor de mercado que colocaria a Uber na lista das maiores estreias em bolsa do setor tecnológico. A confirmarem-se estes valores, o IPO da Uber seria o maior desde a estreia em bolsa da gigante chinesa Alibaba, em 2014. Os bancos de investimento antecipavam que a Uber pudesse ser avaliada em 120 mil milhões de dólares, mas o fraco desempenho da Lyft levou a empresa a baixar as expectativas em termos de avaliações.

À semelhança de outros unicórnios, a Uber faz o seu caminho para a bolsa num momento em que já está com níveis de avaliação muito elevados, após anos de rondas de financiamento privado. A última destas rondas já avaliava a Uber em 76 mil milhões. Cabe agora aos investidores validar estes níveis de avaliação.

 

Jornalista

pub

Marketing Automation certified by E-GOI