Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Apple estará em conversações com chinesas CATL e BYD para baterias para carro elétrico

A tecnológica norte-americana estará em conversações com duas empresas chinesas, a CATL e a BYD, para que estas sejam fornecedoras de baterias para o carro elétrico da Apple.

A Apple lucrou 55 mil milhões em 2016, mas grande parte foi imputada a subsidiárias em offshores.
Lucas Jackson/Reuters
Negócios jng@negocios.pt 08 de Junho de 2021 às 13:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Há já alguns anos que circulam os rumores sobre um possível carro elétrico da Apple. Desta vez, a agência Reuters avança que a tecnológica estará numa fase inicial de conversações com as empresas chinesas CATL e BYD, para aferir a possibilidade de estas fornecerem baterias para este veículo.

A agência avança esta informação a partir de quatro fontes com conhecimento das negociações, que estão sujeitas a mudanças, tendo em conta a fase inicial da discussão.

Duas das fontes referem que uma das condições da Apple para um possível negócio é a de que a infraestrutura de produção de baterias esteja instalada nos Estados Unidos.

A CATL, que é a maior fabricante de baterias para automóveis fornece estes componentes a várias marcas, incluindo a Tesla de Elon Musk. A Reuters nota que a condição imposta pela Apple estará a deixar a empresa relutante, já que a criação de instalações nos EUA iria ter custos adicionais, num momento em que existe alguma tensão entre os EUA e a China.

A Apple nunca oficializou o projeto do carro elétrico, que já chegou a ser nomeado pelo mercado como Apple Car. Em dezembro, a Reuters avançou que a empresa estaria a trabalhar no desenvolvimento de tecnologia de condução autónoma para um veículo próprio, sugerindo que o ano de 2024 poderia ser um objetivo de lançamento a atingir para a dona do iPhone.

No início deste ano, a imprensa internacional avançou que a Apple estaria em conversações com a Hyundai para o desenvolvimento de tecnologia para condução autónoma. No entanto, após negociações que terão durado cerca de um mês, a fabricante automóvel anunciou o fim das conversações, sem um acordo à vista. 

Uma vez que o desenvolvimento de tecnologia para atingir um nível de condução em que seja dispensado condutor requer um elevado investimento e especialização, várias empresas da indústria têm optado por alianças e parcerias para avançar nesta área. A Hyundai acrescentou em fevereiro que, embora não tenha chegado a acordo com a Apple, estaria a receber "vários pedidos para cooperação no desenvolvimento conjunto de veículos elétricos autónomos".
Ver comentários
Saber mais Apple Car CATL BYD
Outras Notícias