Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Cinco peças de teatro para “colecionar” este fim de semana

O confinamento geral no início do ano fez aumentar as temporadas dos teatros, com vários trabalhos a “saltar” para este período de verão. Se o areal não é bem a sua praia, aqui vão cinco sugestões.

Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 17 de Julho de 2021 às 10:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Coleção de Espectador_s

Desde 2014 que Raquel André coleciona pessoas: as suas vidas são a base para o processo artístico da atriz. No quarto e último capítulo desta empreitada, a criadora dedica-se aos espetadores, que com ela partilham agora o palco do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa. As histórias e memórias vividas na plateia ganham protagonismo, criando um arquivo vivo e efémero. Para ver até domingo.

 

A Nossa Cidade

Quando três das mais jovens companhias do teatro nacional se juntam, o resultado deve ser visto. Os Possessos, Auéééu Teatro e Teatro da Cidade sobem, finalmente, ao palco do Teatro do Bairro Alto, em Lisboa. Isto porque a apresentação deste texto de Thornton Wilder foi adiada por duas vezes devido à pandemia. A cidade imaginária do teatro deve servir-nos de reflexão para as relações que construímos nas nossas urbes, sobretudo num tempo em que o contacto ganhou novas regras.

 

O Cerejal

Nesta encenação de Sandra Faleiro, a plateia do São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa, é transformada em palco. Os atores ocupam o lugar habitual do público para contarem esta história incontornável da dramaturgia mundial, assinada por Anton Tchékhov. O confronto com o fim dá-se quando uma família, outrora abastada, percebe que não poderá manter o seu imponente cerejal. Com essa venda, muitas memórias vêm ao de cima.

 

Online Distortion / Border Line(s)

As raízes deste espetáculo - apresentado este sábado no Teatro Viriato, em Viseu – estão na Arménia. Quando, em 2019, Pedro Sousa Loureiro fez uma residência artística em três localidades distintas daquele país, focado no trabalho de artistas femininas, se deparou com enormes contrastes entre o território urbano e rural. É desses choques de realidade que se faz esta nova criação da companhia Os Patos Bravo.

As Viagens de Marco Polo

Com os mais pequenos de férias, preencher a agenda pode ser uma autêntica dor de cabeça. Mas famílias que rumarem à Quinta da Ribafria, em Sintra, podem encontrar uma solução. Até final de agosto, aos sábados e domingos, pelas 16h00, apresenta-se uma criação inspirada em Marco Polo, o famoso mercador italiano, com algumas das suas peripécias no oriente. O espetáculo é uma produção da RUGAS Associação Cultural e conta com encenação de Ricardo G. Santos.

Ver comentários
Saber mais cultura arte agenda Weekend teatro música dança cinema restrições covid pandemia
Outras Notícias